O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Premiações

Ao longo de sua história, o Mãe Coruja recebeu diversas premiações, tanto nacionais, quanto internacionais.

 

Por suas ações voltadas à redução da mortalidade materno-infantil em Pernambuco, o Programa foi agraciado, em abril de 2011, com o prêmio Zilda Arns, entregue pela coordenação Nacional da Pastoral da Criança.

 

Em maio de 2014, a Organização das Nações Unidas (ONU) deu primeiro lugar ao programa no seu já consagrado United Nations Public Service Awards – UNPSA, na categoria “Promoção de Entrega de Serviços Públicos Voltados ao Gênero”.

 

Em setembro, venceu o Prêmio Interamericano da Inovação para a Gestão Pública Efetiva 2014, na categoria “Inovação da qualidade das políticas públicas”, promovido pela Organização dos Estados Americanos (OEA). A honraria foi recebida durante a 3ª Conferência Interamericana sobre Experiências Inovadoras em Gestão Pública Efetiva, realizada em março de 2015. À época, o programa pernambucano concorreu com 74 postulações distintas de 13 países membros da OEA.

 

Em dezembro de 2016, o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Pernambuco (CEDCA/PE) concedeu ao Mãe Coruja, na categoria Pessoa Jurídica de Direito Público o 8º prêmio Márcia Dangremon. A intenção foi de homenagear pessoas físicas e jurídicas que realizam ações em prol dos direitos das crianças e adolescentes no Estado de Pernambuco.

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2018 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco