O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

No Sertão do São Francisco, CECs promovem conscientização sobre o HPV

 

Com o objetivo de esclarecer e conscientizar mulheres sobre o Papilomavírus Humano (HPV), os Círculos de Educação e Cultura (CEC) dos municípios de Petrolina e Lagoa Grande, no Sertão do São Francisco realizaram atividades relacionadas ao tema.

Em Petrolina, o CEC do bairro de José e Maria realizou, no último dia 25 de setembro, uma palestra, abordando o que é o HPV, formas de transmissão, prevenção e diagnóstico. As informações foram repassadas às mulheres por meio de palestra ministrada pela estagiária da Universidade de Pernambuco (UPE),  Ingrid e o enfermeiro Sinicley, ambos da Unidade Básica de Saúde (UBS) da localidade.

 

 

Segundo Ingrid, o câncer do colo de útero atualmente é o quarto tipo de neoplasia mais comum entre as mulheres, surgindo, por ano, cerca de 530 mil novos casos. O HPV é o responsável pelo surgimento desse tipo de câncer no útero, ânus e outras localizações. Ele pertence a um grupo com mais de cem tipos de vírus distintos que provocam a formação de verrugas, podendo estas surgir em qualquer parte do corpo. Esse tipo de lesão, quando surge em áreas genitais, merecem um olhar mais atento, pois podem sugerir malignidade, especialmente do colo do útero e do câncer de pênis.  O acometimento do HPV pode ser de forma silenciosa ou provocar surgimento de verrugas com aspecto couve flor.

 

 

 

 

Nas mulheres podem aparecer na vulva, vagina, colo de útero, região pubiana e anal. Nos homens, normalmente aparece no pênis, região pubiana, bolsa escrotal e ânus. A enfermeira explicou que o diagnóstico pode ser pela forma clínica quando há surgimento de lesões visíveis a olho nu, e por meio de exames quando a forma é subclínica. O enfermeiro Sinicley abordou que nas mulheres, o exame de suma importância é o preventivo, no qual ocorre a visualização do colo do útero, sendo eficaz na detecção precoce nos casos de surgimento de câncer, explicando como é feito o exame e que as mulheres devem perder a timidez e ter uma atenção maior a saúde íntima.

 

 

O objetivo da palestra sobre HPV foi alcançado, pois foi esclarecido o que é, que ele é transmitido pelo sexo e pelo parto, que existe a vacina de HPV que meninas de 9 à 14 anos, e meninos de 9 à 13 anos também devem tomar. As mulheres do Programa Mãe Coruja puderam tirar suas dúvidas sobre quais sinais devem se ater a respeito do HPV. Houve uma sensibilização sobre a quebra do tabu do exame, não só a realização, assim como este dever ser feito também por um profissional do sexo masculino.

 

 

Neste dia também houve a presença da técnica do Canto Mãe Coruja, Cybelle Ferraz ,com a atualização, acompanhamento e novos cadastros das gestantes.

LAGOA GRANDE – Explorando o tema dos mitos e verdades do HPV, o Círculo de Educação e Cultura (CEC) de Lagoa Grande, também no Sertão do São Francisco, realizou no dia 26 de setembro uma roda de conversa com as alunas.

Com o objetivo de desmitificar diversas questões sobre o vírus, a professora do CEC, Barbara Camilla, procurou identificar o conhecimento prévio das educandas sobre o tema, questionando se conheciam o significado do termo IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis)?  quais os tipos de infecções , e se já haviam ouvido falar sobre o HPV e se sim, o que sabiam sobre.

 

 

 

 

Logo após as perguntas indutivas foram apresentados slides sobre o HPV, seus tipos, formas de contágio, sintomas, como é feito o tratamento, entre outras questões. A professora falou sobre a falta de comunicação e conhecimento sobre o HPV que dificultam a prevenção da doença e geram preconceitos. Reforçou também a importância de um ambiente seguro para que possam se informar e esclarecer dúvidas, ficando claro que o debate sobre o tema precisa avançar e envolver as mulheres e seus companheiros cada vez mais, estimulando-se que procurem profissionais da saúde. A aula foi bastante produtiva, encerrando esse momento com produção de cartaz sobre métodos de prevenção contra HPV.

 

 

 

 

No momento, foi esclarecido que existem mais de 120 tipos diferentes de HPV, dos quais 40 afetam preferencialmente os órgãos genitais, sendo os tipos 16 e 18 de alto risco, responsáveis por 75% das lesões mais graves, que podem resultar em câncer. Geralmente, o HPV não apresenta sintomas, no entanto, alguns tipos podem provocar diversas doenças como verrugas genitais, câncer do colo do útero, vagina, vulva, ânus e pênis. Além disso, podem também provocar tumores na parte interna da boca e na garganta. Outro aspecto relevante que foi esclarecido foi a vacina HPV. É importante desmistificar conceitos entre os familiares de que a vacina HPV pode incentivar o começo precoce da atividade sexual.

 

 

Informações:

CEC Petrolina

 

Kathia J. Leite de Carvalho

Professora do Círculo de Educação e Cultura

Daniella Bezerra Capistana

Coordenadora Pedagógica

 

CEC Lagoa Grande

 

Sandra Amaral

Coordenadora Pedagógica/LG

Professora: Barbara Camilla

 

 

 

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2019 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco