O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

Mulheres Empreendedoras do CEC Fazenda Boa Esperança

 

“Ser empreendedor significa, acima de tudo, ser um realizador que produz novas ideias através

da congruência entre criatividade e imaginação”.

Maria Inês Felippe

 

 

 

De acordo com a literatura, empreendedorismo é o principal agente de desenvolvimento da ampliação econômica e social de um país, identificando as oportunidades, agarrá-las e buscar os recursos para transformá-las em um comércio lucrativo.

 

O agente que empreende tem como característica fundamental ser criativo e ser questionador e pesquisador, devendo buscar novos caminhos e novas soluções, sempre tendo em vista as necessidades locais como forma de aumentar os lucros na sua vendagem, sucesso na busca de novos negócios e oportunidades, além da preocupação com a melhoria dos produtos ofertados para a venda.

 

Pensando nisso, o Círculo de Educação e Cultura – CEC da Fazenda Boa Esperança utilizou do tema para trabalhar o potencial das mulheres que fazem parte do CEC da localidade, realizando a confecção de corujas em tecido e doando para organização e ornamentação do Canto Mãe Coruja de Santa Maria da Boa Vista, como maneira de divulgação do trabalho e orgulho dos produtos realizados pelo grupo de “Mulheres Corujas”.

 

As corujas que são símbolo do Programa Mãe Coruja Pernambucana, na qual as educandas fazem parte, foram confeccionadas no decorrer da Semana da Mulher, lembrando o termo da família, cujo pai e mãe ressaltam certo cuidado e proteção aos filhos. Com isso, algumas mulheres despertaram o interesse de conseguir comercializar suas produções e torna-las mais uma fonte de renda dentro do lar, almejando agregar estrategicamente um negócio que atenda as expectativas do mercado e de valor para os consumidores. Assim, o CEC da Fazenda Boa Esperança, busca enfrentar os medos buscando através de associações e outros meios  promoverem a vendagem dos produtos confeccionados conquistando seus espaços para comercialização. O grupo vem avançando cada vez mais e estima-se que com um bom direcionamento, as mulheres conseguirão suas linhas de créditos para gerarem sua própria renda e consequentemente empoderá-las a mais uma conquista “ter seu próprio dinheiro” e ser independente.

 

 

 

 

Texto:

Girlandia César  e Sandra Vieira

Técnica Programa Mãe Coruja e Educadora Social CEC

 

 

 

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2018 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco