O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

Presença do Mãe Coruja nas redes sociais facilita acesso de gestantes

 

As redes sociais já fazem parte do nosso cotidiano há alguns anos e o Programa Mãe Coruja Pernambucana está online para também se aproximar da população. Foi assim que o morador do município de Belo Jardim, no Agreste, Anderson Leonardo, de 26 anos, encontrou o Canto Mãe Coruja do município para que sua esposa, Simone, pudesse ser cadastrada para ter o acompanhamento e serviços oferecidos.

 

 

“Há alguns anos ouvia falar sobre o Mãe Coruja e não tinha ideia sobre o que significava e qual a importância na gestação. Não sabia que era um programa de responsabilidade do Governo do Estado. Essa foi minha realidade até eu pesquisar por alguns dias nas redes sociais e no site do Mãe Coruja. Através da pesquisa, compreendi toda importância da assistência do Programa sobre acompanhamento da gestação até o crescimento do bebê. Por isso, a importância do meio de comunicação que nos apresentou e só temos que agradecer”, disse.

 

 

 

 

Com essa procura, a equipe do Canto, composta por duas técnicas, pôde realizar o cadastro completo da gestante e encaminhá-la para programas no qual seu perfil se enquadrava. Um dos objetivos do Mãe Coruja é trabalhar no empoderamento feminino, baseado no fortalecimento de vínculos com essas mulheres e crianças de forma gradativa, estabelecendo confiança que revela uma construção afetiva entre mamães e bebês, sendo a informação uma das formas para transformar a vida dessas gestantes. Na atualidade, as redes sociais são um importante instrumento de auxílio para que essas informações cheguem de forma fidedigna a todos, principalmente na era das fake news.

 

“Para nós está sendo ótimo saber que estamos sendo acompanhados. Pois sendo mãe e pai de primeira viagem, é algo muito importante para nós sentir-nos mais seguros e, de certa forma, sempre orientados sobre os cuidados da gestação e no pós-parto”, afirmou a gestante Simone, esposa de Anderson, de 24 anos.

Atualmente, o Programa Mãe Coruja Pernambucana está presente nas redes sociais Facebook  (/maecorujapernambucana – acesse aqui), Instagram (/maecorujape – acesse aqui) e Youtube (Programa Mãe Coruja Pernambucana – acesse aqui), com conteúdos de interesse das gestantes e famílias.

 

 

 

 

 

Texto e fotos: Elaine Cristina

Técnica de Monitoramento em Belo Jardim

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2021 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco