O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

CEC de Lagoa Grande promove palestra sobre a importância da família

 

O início do mês de agosto foi marcado por vários aulões dos Círculos de Educação e Cultura (CEC) do Programa Mãe Coruja Pernambucana nas comunidades de Vermelhos, Jutaí e na sede do município de Lagoa Grande, no Sertão. Ao mesmo tempo em que ocorriam os aulões, estavam acontecendo palestras sobre a importância da família, tendo a participação das educandas cadastradas. A técnica Gicélia, a coordenadora do CEC Sandra Amaral e as professoras Marineide, Edmária e Barbara Camilla, estiveram presentes.  Como palestrantes, as professoras Evaneide, Aparecida Ferraz e a enfermeira Eugenia contribuíram com seus conhecimentos.

 

 

 

As palestras aconteceram no PSF 06, da sede do município, no PSF 04 em Jutaí e em Vermelhos, na casa da professora Marineide. Diversos pontos sobre família foram discutidos, trazendo grande ajuda e bem-estar a quem esteve presente.

 

 

 

 

Em Vermelhos, a palestrante iniciou falando sobre ‘’Ohana’’ que quer dizer família. Família quer dizer nunca abandonar ou esquecer. Essa palavra é oriunda do dialeto havaiano. Ela fez perguntas indutivas sobre a Família: O que é família? Qual a primeira coisa que vem a sua cabeça quando escuta a palavra “família”? depois socializou que se existe alguém em que podemos entregar toda nossa confiança é na nossa família. Ela nos mostra o que é certo, indica os melhores caminhos, e nos proporciona um amor verdadeiro e incondicional. Uma família em harmonia, que se ama mutuamente, permanece unida por uma vida toda. E é também fonte de exemplo para todas as gerações, inspirando a formação de novas famílias.

 

 

 

 

Em Jutaí, a enfermeira falou sobre relações familiares e que no decorrer dos anos o conceito de família foi mudando, um homem ou mulher solteiro (a) com seus animais de estimação é sim uma família. Um casal homossexual também é uma família e que muita gente pensa que para ser família tem que ser de sangue. Enfatizou que é no ambiente familiar que conhecemos nossos primeiros valores e recebemos as primeiras regras sociais. Aprendemos a perceber o mundo, damos início a nossa identidade e somos introduzidos no processo de socialização.

Na sede do município,  a palestrante Evaneide falou sobre as famílias fortalecidas na fé, mostrando que ela é nossa base. Enfatizou que é preciso cuidá-la com carinho e dedicação, para que sua estrutura se mantenha fortalecida.

 

 

 

 

Todos temos nossa história e nosso modo de viver, agradamos ou não alguns, mas ainda assim ficamos juntos, convivemos e levamos por toda vida, portanto, base para a formação qualquer indivíduo. Como foi dito antes, existem vários tipos de famílias, e mesmo assim a nossa continua sendo única. Temos nossas brigas, desafetos e desentendimentos, mas ainda assim continua sendo nossa família e lutamos por ela com a nossa força e vontade, pois é assim que deve ser.

 

 

 

 

Enfim, foram momentos de muita interação, reciprocidade, acolhida e questões relevantes de família com dinâmicas, músicas, orações e momentos de confraternização. Portanto, a família é algo único e insubstituível, extremamente necessário para a formação do ser humano.

 

Texto: Sandra Amaral

Coordenadora do CEC

Profissional do Canto

Gicélia Maria

Professoras dos CECs

Barbara Camilla,  Edmária dos Santos e Marineide Alves

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2019 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco