O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

Cantos Mãe Coruja realizam confraternização de fim de ano

QUIPAPA

 

No domingo 19 de Dezembro, na sala da Secretaria de Saúde do Município de Quipapá, III GERES, foi realizado a confraternização,  com a participação das professoras, coordenadora do CEC, a técnica do Canto Mãe Coruja e as famílias cadastradas no programa.

 

Participaram em média 30 mães e 40 crianças, com dinâmicas, brincadeiras e mensagens  dando ênfase ao verdadeiro sentido do Natal . Tivemos  distribuições de brindes, sorteio de cestas natalinas, além de amigo secreto.

 

A comemoração foi realizada em clima familiar, aumentando assim o vinculo dos profissionais do Canto com as famílias cadastradas e alas entre si. Todas saíram satisfeitas e felizes encerrando assim mais um ano de convivência e troca de aprendizado com votos que em 2018 esses laços sejam mais e mais fortalecidos, vivenciados nas rodas de conversa e convivências do dia a dia .

 

 

Texto:

Edivanilda Marinho e Rosana Rogéria (Técnicas do Canto Mãe Coruja Quipapa)

 

 

JOAQUIM NABUCO

 

 

O Canto Mãe Coruja de Joaquim Nabuco, realizou na manhã da quinta-feira 21 de Dezembro, uma  confraternização  com  as gestantes e crianças do Programa Mãe Coruja Pernambucana, atendias pelo canto de Joaquim Nabuco, III GERES, enfocando o mês de dezembro por ser o mês do nascimento de Jesus.

 

Renovamos votos de esperança, solidariedade, harmonia e amor com nossas gestantes; músicas natalinas alegravam o ambiente, além de, brincadeiras, distribuições de brindes, lanches e diversas fotos fecharam as atividades de 2017.

 

Texto:

Alexiana Inácia e Shirley Uchôa (Técnicas do Canto Mãe Coruja Joaquim Nabuco)

Coordenadora e Professoras dos CEC

 

 

 

CATENDE

 

 

Em Catende, o Canto Mãe Coruja, reuniu as mamães, crianças e todos que fazem parte da equipe para juntos comemorar o Natal.  A confraternização acontecu no PSF Canaã II e Roçadinho que tem sido grandes parceiros do Programa Mãe Coruja. Durante o evento as crianças e mamães puderam se deliciar com picolé e algodão doce, e ainda brincaram em uma cama elástica, além da oferta de presentes para todos.

 

Com o empenho e criatividade das mamães e professoras do CEC, foram feitas a decoração e os doces e salgados. Houve ainda a distribuição de presentes, assim como palavras de carinho e emoção foram compartilhadas por todos.

 

Foi um momento de alegria que se fez presente alí com as mães e crianças atendidas pelo Programa Mãe Coruja e a equipe do Canto Mãe Coruja de Catende, finalizando assim as atividadesdo ano de 2017.

 

 

Texto:

Cynthia Araújo e

Liduína Uchôa

 

Técnicas de Monitoramento e Avaliação

do Programa Mãe Coruja Pernambucana

 

Equipe CEC:

Andréia Patricia, Edjane Cristina e Sandra Melo

 

 

 

CORTÊS

 

 

Na manhã da quinta-feira 14 de dezembro, o Canto Mãe Coruja de Cortês, realizou o encerramento do Módulo IV que traz o tema; “Trabalho, Território e Identidade”, enfatizando a importância da união e respeito que deve haver entre os membros de uma comunidade para o bom convívio familiar.

 

O momento foi aproveitado para realizar a confraternização de fim de ano e assim, fechar o módulo IV fortalecendo os laços entre mães e filhos de forma harmoniosa e prazerosa, proporcionando um momento de roda de conversa onde os sentimentos afetuosos foram expostos espontaneamente.

 

Na ocasião, estavam presentes as educandas do Círculos de educação e Cultura, suas crianças, além dos  profissionais do Canto Mãe Coruja de Cortês. No final das atividades, foi servido lanches e distribuidos presentes para os participantes.

 

 

Texto:

Cynthia Araújo

Eduardo André (Técnicos do Canto Mãe Coruja de Cortês)

 

Equipe do CEC:

Rosineide Soares da Silva

Ozelma Cristina de Souza

Marli Figueiredo Bezerra

Mirian dos Santos Silva

Rosenilda dos Santos Silva

Elizabete Micheline da Silva Lima

 

 

 

MOREILÂNDIA

 

 

O mês de dezembro é marcado pelas festas natalinas celebrando o nascimento do Menino Jesus.

 

Sendo assim, Canto Mãe Coruja de Moreilândia não podia deixar de realizar a confraternização natalina envolvendo o Círculo de Educação e Cultura e as famílias atendidas pelo Programa.

 

O evento aconteceu na quinta-feira 21 de dezembro no próprio Canto Mãe Coruja de Moreilândia. No encontro, foram realizadas dinâmicas com o objetivo de provocar uma interação, fortalecendo os laços afetivos de toda família. Foi um momento de diversão, leitura de texto reflexivo, palavra sorteada para recebimento de brinde e no final, foi ofertado almoço de confraternização.

 

“O evento se encerra com a esperança que o ano vindouro, seja de realizações, e que os vínculos de carinho, cuidados e acolhimentos que a equipe do Canto Mãe Coruja proporciona as famílias cadastradas no Programa perdurem por mais um ano que se inicia e por muitos que virão”.

 

 

Texto – Marinalva Peixoto/Micaela Alencar

Técnicas do Canto Mãe Coruja- Moreilândia

 

 

SANTA CRUZ

 

 

Na sexta-feira dia 15 de dezembro, o Canto Mãe Coruja de Santa Cruz, no Sertão do Araripe (IX GERES),realizou sua confraternização de final de ano aproveitando a conclusão do módulo IV do Círculo de Educação e Cultura, bem como as atividades do Canto.

 

Reuniram-se, as alunas mães corujas do CEC, técnicas do Canto Santa Cruz e algumas crianças atendidas pelo Programa Mãe Coruja. Foi um momento de fortalecimento de vínculos, e de expectativas de um cíclo que se inicia em 2018.

 

É hora de voltarmos nosso olhar para nossos objetivos, e de planejar com muita sabedoria, maturidade e discernimento as novas metas. Para que esse novo seja bem aproveitado, exige-se que cada um de nós abra espaço para mudanças necessárias. Um abraço cordial a todos que fazem os Cantos Mãe Coruja de Pernambuco e um ano novo de realizações plenas. Com respeito, carinho e felicitações.” disse Pollyanna Mendes, técnica de monitoramento.

 

 

Texto:

Pollyanna Cordeiro Mendes

Técnica de Monitoramento do Canto de Santa Cruz -PE

 

 

RIACHO DAS ALMAS

 

 

Na quinta-feira 14 de Dezembro, foi a vez do Canto Mãe Coruja de Riacho das Almas (IV GERES), se confraternizar com suas mães corujas. A Confraternização foi um momento para finalizar mais um ano de parceria do Programa Mãe Coruja Pernambucana, e os profissionais que formam a UBS – Unidade Básica de Saúde do Município, mães, gestantes cadastrada no PMCP – Programa Mãe Coruja Pernambucana e o CEC – Circulo de Educação e Cultura. Na ocasião, foi aproveitado para explanar sobre o Programa e seus objetivos.

 

O momento contribui também para uma maior interação entre as mães e a equipe, bem como a troca de experiências onde: médico, enfermeira e dentista, esclareceram sobre os mitos da amamentação; a Saúde bucal das gestantes e seus bebês. “Percebemos que as mães, ao tirarem suas dúvidas, se empoderaram ainda mais de seus direitos enquanto gestantes, como por exemplo, o tratamento dentário antes e durante a gestação: as portadoras de enfermidades gengivais têm maior propensão a dar à luz a bebês prematuros e de baixo peso”. Comentou a técnica do Canto Mãe Coruja.

 

“Foi maravilhoso o encontro, pois tirou muitas dúvidas sobre amamentação porque desejo amamentar meu bebê, e escutamos muitas coisas que não são verdades.” disse Maria do Amparo de Oliveira, gestante cadastrada no Canto Mãe Coruja de Riacho das Almas.

 

“Amamentar é um ato de amor”. Você provavelmente já ouviu ou leu essa frase em algum lugar, e não costumam existir dúvidas a respeito do valor que o gesto tem, porém, além de amor, o processo de amamentação envolve confiança, dedicação, apoio e muita informação. “Só as mães podem amamentar ninguém pode fazer isso por elas”. https://portal.fiocruz.br/pt-br/content/leite-materno-os-desafios-de-garantir-amamentacao-exclusiva-ate-seis-meses-do-bebe.

 

 

Texto:

Equipe – Técnicas do Canto: Maria José Dias da Rocha e Wilitiusa Spinola. Coordenação e professoras dos Círculos de Educação e Cultura: Coordenadora Juliyane Muniz e as professoras: Aline Neto, Edna Maria dos Santos e Geisyclécia Silva, Raquel dos Santos.

 

 

JUPI

 

 

O Canto Mãe Coruja Jupi e a equipe do Círculo de Educação e Cultura do município realizaram dois momentos de confraternização distintos para finalizar o ano de 2017 em grande estilo.

 

 

A primeira confraternização ocorreu na tarde do dia 15 de dezembro com a participação das educandas, na EREM Sebastião Tiago de Oliveira. Na ocasião foram realizadas pela professora Joselma e a coordenadora Hávila, diversas brincadeiras que antecederam o amigo secreto. O evento, assim como as atividades anuais com as educandas, foi encerrado com a entrega de lembrancinhas e oferta de lanche.

 

Em um segundo momento, na tarde do dia 26 de dezembro, as equipes do Canto e Círculos de Educação e Cultura estiveram reunidas para celebrar o Natal através de um de almoço. Entre risos e lágrimas deu-se o evento com a partilha não apenas dos alimentos, como também dos momentos e caminhos percorridos durante o ano que em  se finda.

 

“Os laços se estreitam e a esperança de que em 2018 a parceria será ainda mais frutífera fica acesa como chama” .

 

Texto:

Profissionais do Canto Angélica Sabrina e Edjane Maria

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2018 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco