O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

Canto Mãe Coruja e CEC de Palmeirina promovem palestra sobre prevenção do câncer de próstata

Em meio às atividades do Novembro Azul,  profissionais do Mãe Coruja e professores dos Círculo de Educação e Cultura (CEC) realizaram uma palestra educativa sobre a importância da prevenção do câncer de próstata e a saúde do homem. A ação ocorreu no último dia 24 de novembro, no Canto Mãe Coruja em Palmeirina, no Agreste, com o intuito de promover a conscientização da detecção precoce da doença.

 

 

 

 

 

 

O movimento Novembro Azul teve início em 2003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce das doenças que atingem a população masculina, com ênfase na prevenção do câncer de próstata, tipo mais comum entre os brasileiros,  ocorrendo geralmente em homens mais velhos, onde cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em pacientes com mais de 65 anos. A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas e se assemelha a uma castanha. Localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma. Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura.

 

 

 

 

 

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA. O exame de toque retal e de PSA, são os principais meios para detectar a doença precocemente, quando as chances de cura são maiores e os tratamentos, menos invasivos.

 

Durante a nossa roda de conversa abordamos o tema com o intuito de conscientizar às mulheres sobre a gravidade dessa enfermidade e de como elas podem ajudar os seus parceiros na prevenção da doença, para que se houver a presença da mesma seja diagnosticada de maneira precoce. As mulheres interagiram e deram depoimentos de casos presentes nas suas famílias.

 

Autora: Técnica do Canto Mãe Coruja: Edjane Nunes de Almeida

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2021 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco