O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

Canto de Rio Formoso homenageia mãe empreendedora na quarentena

Atualmente vivemos o necessário distanciamento social devido à pandemia do novo coronavírus. Durante a quarentena, cada vez mais estamos buscando caminhos para aprender novos hábitos de higienização pessoal e construção de experiências com as famílias, ainda que no ambiente de isolamento.

 

Os dias atuais de nossas mães corujas em confinamento social estão sendo reconstruídos e readaptados para sobreviver na luta contra a Covid-19. Neste momento, apesar das limitações, procuramos manter com as mulheres cadastradas no Programa Mãe Coruja Pernambucana (PMCP) uma comunicação diária de forma a manter ativas as políticas de cuidado e acompanhamento. Assim sendo, foi possível visualizar algumas mães artesãs e doceiras criando novas estratégias para redirecionar suas vendas afim de garantir seu planejamento financeiro, através de entrega (delivery), cumprindo com as orientações das autoridades de Saúde na prevenção contra o vírus.

 

Para visibilidade desta prática em isolamento social, hoje homenageamos esta mulher guerreira, Janaína Maria da Silva Almeida, 32 anos de idade. Ela, que é chefe de família, tem dois filhos, a jovem Camilly Vitória, de 17 anos e o bebê Caio Fernando, de dois anos, que tem Síndrome de Down. Eles residem no loteamento Santa Luzia, no município de Rio Formoso, Mata Sul do estado.

 

 

 

 

 

Esperamos que a luta para sobreviver dignamente seja positiva para essa mulher determinada que ampliou seus produtos, acrescentando a  confecção de máscaras em tecido de algodão 100% para sua família e seus clientes, com único objetivo de angariar fundos financeiros para o complemento da renda familiar neste período de pandemia.

 

 

 

 

 

O Canto Mãe Coruja de Rio Formoso, junto aos Círculos de Educação e Cultura (CECs), acompanhando as mulheres cadastradas no PMCP, percebem a importância de apresentar esse trabalho manual das mães corujas que lutam para o aumento da renda familiar, e assim conseguir sobreviver essa crise secular que tem nome e sobrenome: Novo Coronavírus, Covid-19.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto:

Equipe Mãe Coruja

Aldilene Ferreira do Nascimento – Técnica do Canto Mãe Coruja

Maria Osiris Figueredo da Silva – Coordenadora dos Círculos de Educação e Cultura – CECs

Cirleide Maria de Santa – Professora do CEC Urbano

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram has returned invalid data.
© 2015 - 2020 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco