O que é necessário para se cadastrar no Programa

Ser Mãe Coruja

Municípios atendidos pelo Mãe Coruja

Cantos Mãe Coruja

Notícias do Blog

Canto Mãe Coruja Águas Belas participa de palestra da Semana Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência

 

No último dia 22 de fevereiro, o Canto Mãe Coruja de Águas Belas, em parceria com as secretarias de Assistência Social, de Saúde e de Educação, além do Conselho Tutelar, realizaram uma palestra sobre prevenção de gravidez na adolescência com alunos da rede pública. A ação foi inspirada na Lei nº 13.798, de 3 de Janeiro de 2019, que institui a Semana Nacional da Prevenção a Gravidez na Adolescência, cujo objetivo é disseminar informação sobre medidas que contribuam para a redução da incidência da gravidez na adolescência. Devido ao elevado índice de gravidez na adolescência no município, foi trabalhado, junto às mulheres presentes, que este assunto não é apenas questão de saúde pública.

 

 

O evento teve abertura feita pelo prefeito do município, Luiz Aroldo Rezende de Lima e o secretário de Assistência Social, Ademar Cavalcante Barroso Júnior. A palestra foi realizada pela técnica do Canto Mãe Coruja, Laís Fernanda, junto com o enfermeiro Claudiano Ferreira dos Santos, o  conselheiro tutelar Gilberto Gama de Souza e o professor e psicanalista Adaias Cabral, para alunos da faixa etária de 11 a 16 anos. O evento atingiu um público total de 300 adolescentes. Na ocasião, houve debate aberto sobre o tema, onde se procurou explicar e informar sobre métodos contraceptivos, os prejuízos para saúde da adolescente por se tratar de uma gestação de alto risco, preocupações que possam trazer para mãe e o recém-nascidos, além das consequências emocionais, sociais e econômicas para a família.

 

 

Em muitos casos, as gestações precoces ocorrem por falta de planejamento ou por descuido. Como consequência, as jovens abandonam os estudos, aumentando assim o índice de evasão escolar, ficando dependentes dos pais, e,  dessa forma, anulando seus sonhos e antecipando suas responsabilidades. Elas iniciam sua vida adulta, deixando de serem apenas filhas para serem mães cada vez mais cedo. “Esses são fatores que contribuem para o aumento dos índices de baixo nível de escolaridade, como também deixam essas jovens mães a continuar numa baixa linha de desenvolvimento  sócio-econômico e cultural, pois ainda é maior a incidência de mães adolescentes nas camadas menos favorecidas economicamente do país, o que perpetua a desigualdade e exclusão social e preocupa para a rede socioassistencial do município” afirmou a técnica do Canto Ma~e Coruja de Águas Belas, Laís Santana.

 

 

 

Laís Fernanda Xavier de Santana

Técnica de Monitoramento do Programa Mãe Coruja

Texto: Equipe Mãe Coruja

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Unable to communicate with Instagram.
© 2015 - 2019 Mãe Coruja Pernambucana
Mãe Coruja
Governo do Estado do Pernambuco